10º Seminário de Gestão de Tecnologias e Inovação em Saúde

TEMA – Saúde Digital: tecnologia crítica para o SUS

A transformação digital da saúde tem se acelerado em todo o mundo, com a difusão de diferentes tecnologias como os prontuários eletrônicos, as imagens médicas digitalizadas, a medicina de precisão, a telemedicina e a telessaúde, as plataformas de blockchain, os dispositivos vestíveis etc.

Essa transformação pode beneficiar bastante a assistência individual e a saúde coletiva, mas pode causar também danos e representar ameaças, incluindo iatrogenia, violação de privacidade, desinformação e aumento de iniquidades no acesso à saúde.

O Ministério da Saúde elaborou, em 2020, uma Estratégia de Saúde Digital (2020-2028) que contempla três eixos de ação: (a) ações do Ministério da Saúde para o SUS, (b) definição de diretrizes para a colaboração e (c) implantação do espaço de colaboração.

Para colaborar com o Ministério da Saúde no aprimoramento desta estratégia, discutindo a Saúde Digital, suas potencialidades e seus limites, em especial, no âmbito do Sistema Único de Saúde, o Programa de Economia, Tecnologia e Inovação em Saúde (Pecs) do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia e o Centro de Integração de Dados e Conhecimento para a Saúde (Cidacs) da Fundação Oswaldo Cruz, em parceria com Ministério da Saúde, realizarão o 10º Seminário de Gestão de Tecnologias e Inovação em Saúde (10º GTIS), dando continuidade, após uma pausa provocada pela pandemia de covid-19, à série de eventos liderada pelo prof. Sebastião Loureiro.

Reunindo pesquisadores, gestores, profissionais, estudantes e representantes da sociedade civil dedicados a pensar inovações tecnológicas socialmente responsáveis, em prol da humanização do cuidado, da redução das iniquidades e da sustentabilidade do Sistema Único de Saúde, o 10º GTIS promoverá uma discussão abrangente, buscando articular diferentes dimensões da Saúde Digital, a saber: a) as concepções teóricas; b) as bases tecnológicas; c) os interesses econômicos; d) as aplicações na atenção e na gestão da saúde; e) as aplicações na educação.

Serão disponibilizadas 300 vagas para inscrição, sendo 220 vagas de forma presencial, e 80 vagas para participação remota. Haverá formulário de inscrição. As pessoas inscritas receberão certificado de participação. Além disso, haverá transmissão online ampla, ao vivo, sem número limite de pessoas e discussão mediada por chat. O formato híbrido possibilita a participação de pessoas de diferentes estados. O seminário acontecerá durante dois dias, com conferências, mesas redondas e apresentações de trabalhos científicos e experiências práticas.

palestrantes

Paulo Miguez

Reitor da Universidade Federal da Bahia/UFBA

Ana Estela Haddad

Secretária de Informação e Saúde Digital/ SEIDIGI

Roberta Santana

Secretária de Saúde do Estado da Bahia/SESAB

Ana Paula Matos

Secretária de Saúde do Município de Salvador/SMS

Érika Aragão

Diretora do Departamento De Economia da Saúde, Investimento e Desempenho da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (MS)

Laíse Rezende de Andrade

Diretora de Programa da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde

Luís Eugênio de Souza

Diretor ISC/UFBA

Mauricio Barreto

Coordenador do Cidacs/FIOCRUZ

Naomar Almeida Filho

Professor Titular de Epidemiologia no Instituto de Saúde Coletiva (UFBA) e Professor Visitante no Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (USP)

Márcio Natividade

Coordenador do PECS/ISC/UFBA

Barbara Coelho Neves

Coordenadora do Comitê Inteligência Artificial na Educação da International Association of Artificial Intelligence (I2AI)

Davide Rasella

Professor Associado e Coordenador do grupo de Health Impact Assessment do Instituto de Saúde Global de Barcelona (ISGlobal)

Fernando Aith

Departamento de Política, Gestão e Saúde da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo - FSP/USP

Josélio Araújo

Ministério da Saúde e SESAB

Paula Xavier

Coordenadora-Geral de Inovação e Informática em Saúde (MS)

Marcelo Fornazin

Pesquisador do DAPS/ENSP/Fiocruz

Marco Aurélio Nascimento

Secretário Executivo/Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz Antonio Ivo de Carvalho

Marcele Paim

Professora adjunta do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (ISC/UFBA)

Mariana Pitta Lima

Pesquisadora Cidacs/Fiocruz

Rafael Damasceno de Barros

Professor Adjunto da Escola de Enfermagem da UFBA

Rodrigo Souza Leite

Coordenador-geral de Serviços, Informação e Conectividade do Departamento do Complexo Econômico-Industrial da Saúde (DECEIIS), Ministério da Saúde

programação

7:30 - CREDENCIAMENTO

9:00 - ABERTURA

Paulo Miguez – Reitor da Universidade Federal da Bahia/UFBA
Ana Estela Haddad – Secretária de Informação e Saúde Digita, MS
Roberta Santana – Secretária da Saúde do Estado da Bahia
Ana Paula Matos – Secretária de saúde do Município de Salvador
Laíse Rezende de Andrade – Diretora de Programa da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde
Luís Eugênio Souza – Diretor ISC/UFBA
Maurício Barreto – Coordenador do Cidacs/FIOCRUZ
Márcio da Natividade – Coordenador do Pecs/ISC/UFBA

9:45 - HOMENAGEM AO PROFESSOR SEBASTIÃO LOUREIRO

Maurício Barreto – Coordenador do Cidacs/FIOCRUZ
Érika Aragão – Diretora do Departamento de Economia da Saúde, Investimento e Desempenho da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde, MS

COFFEE BREAK

Atração Musical com Ricardo Markis

10:30 - MESA: A ESTRATÉGIA BRASILEIRA DE TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NA SAÚDE

Ana Estela Haddad – Secretária de Informação e Saúde Digital, MS
Laíse Rezende de Andrade – Diretora de Programa da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde
Moderador: Maurício Barreto – Coordenador do Cidacs/FIOCRUZ

11:30 - EXPOSIÇÃO DIALOGADA: GRANDES DESAFIOS DA SAÚDE DIGITAL/TELESSAÚDE

Ana Estela Haddad – Secretária de Informação e Saúde Digital, MS
Moderador: Luís Eugênio Souza – Diretor ISC/UFBA

12:30 - INTERVALO

14:30 – EXPOSIÇÃO DIALOGADA: A SAÚDE DIGITAL EM BUSCA DE UMA TEORIA

Naomar Almeida Filho – Professor titular da Universidade Federal da Bahia
Moderadora: Mariana Pitta Lima – Pesquisadora Cidacs/Fiocruz

COFFEE BREAK

Atração Musical com Ricardo Markis

16:30 - EXPERIÊNCIAS EXITOSAS EM SAÚDE DIGITAL

Rafael Damasceno – Professor da Escola de enfermagem da UFBA e pesquisador do PECS.
Josélio Araújo – Consultor Técnico da Coordenação – Geral de Inovação em Sistemas da Saúde DATASUS SEIDIGI – Ministério da Saúde
Moderadora: Marcele Paim – Professora Adjunta ISC/UFBA

17:30 - DISCUSSÃO PLENÁRIA

18:00 - ENCERRAMENTO

WELCOME COFFEE

9:30 - MESA: INOVAÇÃO DIGITAL PARA O SUS

Paula Xavier – Coordenadora-Geral de Inovação e Informática em Saúde, MS
Marco Aurélio Nascimento – Secretário Executivo do Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz Antonio Ivo de Carvalho
Rodrigo Souza Leite – Coordenador-geral de Serviços, Informação e Conectividade do Departamento do Complexo Econômico-Industrial da Saúde (DECEIIS), Ministério da Saúde
Moderador: Davide Rasella – Professor Associado e Coordenador do grupo de Health Impact Assessment do Instituto de Saúde Global de Barcelona (ISGlobal)

11:00 - DEBATE

12:00 - INTERVALO

14:00 - MESA: DESAFIOS DA SAÚDE DIGITAL NO BRASIL

Marcelo Fornazin – Professor Adjunto no Departamento de Ciência da Computação da Universidade Federal Fluminense
Fernando Aith – Professor Titular Faculdade de Saúde Pública Universidade de São Paulo
Barbara Coelho neves – Professora Adjunto da Universidade Federal da Bahia
Moderador: Marcio Natividade – Coordenador do Pecs/ISC/UFBA

15:00 - DEBATE

COFFEE BREAK

Atração Musical com Ricardo Markis

17:00 - ENCERRAMENTO

Atração Musical com Ricardo Markis

inscreva-se

HISTÓRICO

A primeira edição do Seminário Gestão de Tecnologias e Inovação em Saúde, realizada em 2007, abordou aspectos gerais que envolvem a gestão de tecnologias em saúde; a segunda edição tratou do Papel da Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS) nesse processo. O terceiro encontro discutiu o Monitoramento de Tecnologias no processo de ATS; a quarta edição abordou a relação entre Universidades, Empresas e Governo no processo de Inovação em Saúde. Destaca-se que este último, intitulado IV GTIS: Promotores da Inovação em Saúde, foi transmitido online para todo o mundo, tendo tido perguntas de diversas partes do Brasil e da América Latina.

O V Seminário Gestão de Tecnologias e Inovação em Saúde, realizado em 2013, foi estruturado em dois encontros. No primeiro momento, o tema abordado foi Inovação Tecnológica: Impactos no Ambiente e sua Relação com a Saúde da População; no segundo momento, o GTIS tratou do tema Avaliação do Impacto de Intervenções na Saúde das Populações.

A 6ª edição, realizada em 2015, com apoio financeiro e técnico do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, teve como temática “Políticas de Inovação e Avaliação de Tecnologias em Saúde”.

Em 2017, o VII GTIS teve como tema “Crise e impactos de medidas de austeridade na Saúde”, e contou com a colaboração de pesquisadores da University of Glasgow e da Imperial College of London para discutir possibilidades de pesquisas acerca dos efeitos da austeridade fiscal sobre o cuidado à saúde e os resultados para saúde. No ano seguinte, a 8ª edição teve como tema “A atenção à saúde no Brasil no contexto do capitalismo financeirizado”, evento realizado em parceria com a Associação Brasileira de Economia da Saúde (ABrES), o Grupo de Pesquisa e Documentação sobre Empresariamento na Saúde do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IESC/UFRJ) e o Observatório de Análise Política em Saúde (OAPS).

A IX edição, realizada em 2019, com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, teve como tema “Avaliação de impacto de políticas e programas de saúde”. Contou com a parceria da Associação Brasileira de Economia da Saúde (ABrES), o Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde – Cidacs e o Observatório de Análise Política em Saúde (OAPS). O evento ofertou o minicurso sobre Avaliação de Impacto, e contou com a participação de pesquisador da Universidade de Glasgow.

Em todas as oportunidades participaram como palestrantes pesquisadores e gestores reconhecidos em suas áreas de atuação, diretores e representantes de órgãos de fomento, como CNPq e Fapesb, bem como representantes de órgãos da saúde das três esferas de governo. Dentre estes, Mariana Mazzucato (University College London) Luigi Orsenigo (IUSS – IT), Manoel Barral Netto (CNPq), Roberto Paulo Machado (diretor da FAPESB), Tereza Campello (Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome), Jarbas Barbosa (Secretário da SVS/MS) e Dr. Devra Davis (University of Pittsburgh/EUA).

 

 

como chegar

Avenida Sete de Setembro, 1537 - Dois de Julho, Salvador - BA, 40060-002. Telefone: (71) 30216700.